ÚLTIMAS NOTÍCIAS

15 Maio 2015
26 Março 2015
25 Março 2015
24 Março 2015
24 Março 2015

Transplante de fígado para doenças metabólicas

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

As doenças metabólicas do fígado englobam um grupo heterogêneo de desordens que ocasionam uma ampla gama de alterações no fígado. Em sua maior parte começam a apresentar sintomas na infância, sendo responsáveis por aproximadamente 20% das causas de transplante hepático pediátrico e 4% dos transplantes hepáticos em adultos.

De maneira geral, as doenças metabólicas que podem ser tratadas com transplante de fígado podem ser classificadas em quatro grandes categorias:

  1. Doenças em que o defeito metabólico primário se localiza no fígado, sendo que o transplante é realizado para corrigir as complicações hepáticas. O transplante não vai somente substituir um fígado disfuncional, mas vai também curar o defeito metabólico subjacente.
  2. Doenças em que o defeito primário também se localiza no fígado, porém a função do órgão está relativamente preservada. Nesses casos as complicações extra-hepáticas são os principais motivos de morbidade e mortalidade. O transplante é realizado para curar o defeito metabólico e em algumas situações um transplante combinado pode ser necessário.
  3. Doenças em que o defeito metabólico está fora do fígado porém causa dano ao órgão e o transplante é realizado para tratar uma doença do fígado descompensada, avançada. Nesses casos o transplante não cura a doença em si, e há o risco de recorrência do problema no pós-transplante.
  4. Doenças em que o fígado faz parte de uma engrenagem de um defeito metabólico sistêmico. O transplante pode curar as manifestações hepáticas, mas tem pouco efeito nas complicações extra-hepáticas da doença.
Doenças metabólicas tratadas com transplante de fígado

 Defeito primário localizado no fígado1 - transplante relacionado as complicações hepáticas

Doença de Wilson
Deficiência de alfa-1-antitripsina
Tirosinemia hereditária do tipo 1
Doença do depósito de glicogênio do tipo I e IV
Galactosemia
Colestase intra-hepática familiar progressiva (Doença de Byler)
Displasia artério-hepática (Síndrome de Alagille)
Hemocromatose neonatal

 Defeito primário localizado no fígado2 - transplante relacionado as complicações extra-hepáticas

Polineuropatia amiloidótica familiar
Hiperoxalúria primária tipo I
Síndrome Crigler-Najjar tipo I
Hipercolesterolemia familiar
Defeitos no ciclo da uréia
Hemofilia

Defeito primário extra-hepático3 - pode recidivar após o transplante
Hemocromatose hereditária
Doença de Gaucher
Protoporfiria eritropoética
Esteatohepatite não-alcoólica

Defeito primário extra-hepático4 - cura do componente hepático da doença sistêmica

Fibrose cística

 

Essas informações não possuem a intenção de substituir atendimento médico. Você não deve utilizar essas informações para diagnosticar ou planejar um tratamento para um problema de saúde sem consultar um médico. Se você está em alguma situação que coloque em risco sua saúde ou de emergência, procure ajuda médica.

Doe órgãos.

Essas pessoas foram transplantadas e
receberam uma nova oportunidade.
Saiba mais.

NOSSO ENDEREÇO

Voluntários da Pátria 475, cj 905a

80020-926

Curitiba - Paraná

Brasil

NOSSO CONTATO

(41) 32232219

As informações contidas nesse website têm a intenção de auxiliar, ao invés de substituir,as consultas com um profissional de saúde.

Seja um Amigo ICF Pessoa Física

Seja um Amigo ICF Pessoa Jurídica

©2020 ICF - Instituto para Cuidado do Fígado. All Rights Reserved. Usando Joomla! - www.zevicente.com.br

Please publish modules in offcanvas position.